sexta, 29 de dezembro de 2017 - 11:38h
Governo do Estado reforça equipes em hospitais para atendimento neste fim de semana
A Sesa alerta a população para que procure o HE somente em casos de alta complexidade e emergência. Em casos mais leves deve procurar a Unidade Básica de Saúde.
Por: Elmano Pantoja
Foto: Ascom Sesa
O Hospital de Emergência é a referência na capital para atendimento de urgência

Durante as festividades de fim de ano é comum o aumento no fluxo hospitalar, especialmente na rede de urgência e emergência. Por isso, o Governo do Estado do Amapá preparou um esquema que reforça o atendimento nas unidades que atuam como porta de entrada.

O Hospital de Emergência (HE) é a principal referência nesses casos. A unidade, além das escalas de plantões e sobreavisos médicos, terá um aumento de 20% na equipe de enfermeiros e técnicos de enfermagem, para garantir a assistência de porta de entrada, feita nos ambulatórios 1 e 2, e na clínica cirúrgica, onde se concentram a maior parte dos atendimentos.

Para que a assistência seja dada da melhor forma possível, a Secretaria de Estado da Saúde (SESA) orienta que a população procure o HE somente nos casos que condizem ao atendimento de alta complexidade e emergência. Ocorrências de menor potencial, como pequenos cortes e demais ferimentos leves, devem ser direcionadas às Unidades Básicas de Saúde (UBS).

A orientação se faz necessária para organizar o fluxo da rede hospitalar, principalmente em um dos períodos festivos de maior movimentação. O HE sendo a unidade mais procurada, está com a demanda acima da capacidade de atendimento, especialmente no que diz respeito a internações, uma vez que se trata de um hospital que deveria funcionar somente para casos de urgência.

Segundo a secretária adjunta de atenção à saúde, Hely Costa, o Estado tem trabalhado para reorganizar esse fluxo. "O HE não é um hospital de internações, mas acabou se tornando cronicamente, pela falta de leito no Estado. Temos trabalhado para descongestionar esse fluxo e melhorar a assistência na unidade de forma a conter essa retenção, garantindo, tão somente, o atendimento no qual a unidade é direcionada, que é a urgência e emergência", destacou.

Reforço de réveillon

Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - SAMU

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) do Estado, atuará com 12 servidores, sendo duas equipes preparadas para as intercoorrências, cada uma com quatro profissionais - 1 médico, 1 enfermeiro, 1 técnico de enfermagem e 1 condutor - e mais quatro médicos na regulação, além de contar com o apoio das unidades do SAMU dos municípios.

Pronto Atendimento Infantil - PAI

O reforço de profissionais também será dado nas demais unidades de pronto socorro. O Pronto Atendimento Infantil (PAI) estará atuando com 16 médicos, sendo 9 pela manhã e tarde, e 7 durante a noite, além dos enfermeiros e técnicos de enfermagem.

UPA Zona Norte

A unidade também terá reforço durante a virada de ano. A partir desta sexta-feira estarão atuando 14 profissionais na UPA, sendo 8 técnicos de enfermagem, 3 enfermeiros e dois médicos, além de ficar outro em sobreaviso, caso haja a necessidade pelo aumento da demanda.

Hospital Estadual de Santana

A partir desta sexta-feira, 29, a unidade manterá equipes em escala de plantões e sobre aviso, para garantir a assistência na porta de emergência, em Santana.

Hospital de Laranjal do Jari

A unidade aumentará em 20% o reforço de profissionais destinados a urgência e emergência, com atendimentos em quatro turnos (manhã, tarde, noite e madrugada).

Hospital Estadual de Oiapoque

O hospital terá reforço extra com escalas e plantões para garantir o atendimento, especialmente entre os dias 29 de dezembro e 1º de janeiro.

NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

SESA - Secretaria da Saúde
Av. FAB n° 069 - Centro. CEP: 68908-908. Macapá-Ap - (96) 2101-8551 - infosaude@saude.ap.gov.br
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2018 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá