quarta, 27 de fevereiro de 2019 - 12:36h
Governo garante reforço hospitalar durante folia de carnaval
Macapá e Santana concentram a maior parte das programações e já estão com equipes de plantão e sobreaviso, definidas; reforço começa na sexta-feira, 1º.
Por: Elmano Pantoja
Foto: Arquivo/Sesa

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) vai reforçar o atendimento de urgência e emergência na rede hospitalar. O reforço em algumas unidades já começa na noite de sexta-feira, 1º, quando iniciam as festividades.

Os municípios de Macapá e Santana concentrarão a maior parte das programações. Por isso, no Hospital Estadual de Santana (HES) a escala de enfermeiros e técnicos em enfermagem foi duplicada, além de ter os médicos da escala diária. O hospital manterá os plantões e sobreavisos, caso haja necessidade de acionamento.

Em Macapá, o Hospital de Emergência (HE), que é a unidade referência, terá reforço nos ambulatórios, porta de entrada de trauma e clínico com 12 médicos por dia, equipe de enfermeiros e técnicos em enfermagem. Também haverá plantões extras, sobreaviso e atendimento com especialistas, em caso de necessidade.

A Secretaria de Estado da Saúde orienta que a população procure os hospitais somente nos casos que condizem ao atendimento de alta complexidade e emergência, a fim de evitar a superlotação e garantir agilidade na assistência. Ocorrências de menor potencial, como pequenos cortes e demais ferimentos leves, devem ser direcionadas às Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Samu

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) do Estado atuará com 12 servidores, sendo duas equipes preparadas para as intercorrências, cada uma com quatro profissionais (um médico, um enfermeiro, um técnico de enfermagem e um condutor) e, mais quatro médicos na regulação, além de contar com o apoio das unidades do Samu dos municípios.

PAI

O Pronto Atendimento Infantil (PAI) atuará com 14 médicos, sendo 10 pela manhã e tarde e, quatro durante a noite, além dos enfermeiros e técnicos de enfermagem e demais profissionais da assistência em escala de plantão e sobreaviso. Neste período, a direção do hospital alerta para que pais ou responsáveis busquem atendimento para as crianças apenas em casos de urgência e emergência. Intercorrências de menor potencial devem ser atendidas nas UBS’s.

UPA Zona Sul

A UPA Zona Sul atuará com dois médicos por turno e equipes de enfermagem e técnicos. Caso haja a necessidade em ampliar o quadro de profissionais pelo aumento da demanda, as escalas terão complemento com servidores do sobreaviso.

UPA Zona Norte

A equipe da UPA Zona Norte terá aumento de 25% para o atendimento dos usuários. Serão 16 profissionais que darão suporte para atender as intercorrências, quatro médicos em horários de pico, três enfermeiros e nove técnicos em enfermagem, além de outro em sobreaviso, caso haja a necessidade pelo aumento da demanda.

Laranjal do Jari

Seis médicos darão o suporte durante o período de carnaval no Hospital Estadual de Laranjal do Jari, não região sul do Amapá. Será um clínico-geral, um obstetra, um pediatra, um ortopedista, um cirurgião e um anestesista. O hospital também aumentará em 20% a equipe de enfermagem para reforçar o atendimento de urgência e emergência nos quatro turnos (manhã, tarde, noite e madrugada).

Oiapoque

O Hospital Estadual de Oiapoque, na região norte do Estado, irá contar com um médico clínico-geral, um obstetra, um pediatra e um cirurgião-geral. A equipe de enfermeiros e técnicos em enfermagem trabalharão no regime de escala de plantões.

 
 
NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

SESA - Secretaria da Saúde
Av. FAB n° 069 - Centro. CEP: 68908-908. Macapá-Ap - (96) 2101-8551 - infosaude@saude.ap.gov.br
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2019 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá