domingo, 19 de maio de 2019 - 08:59h
No Dia Mundial de Doação de Leite Humano, doadoras ganham ensaio fotográfico
Evento fez parte de programação especial montada pelo Banco de Leite Humano na Praça Floriano Peixoto, em Macapá.
Por: Elmano Pantoja
Foto: André Rodrigues/Sesa
Evento também foi para sensibilizar outras mães a se tornarem doadoras

No Dia Mundial da Doação de Leite Humano celebrado neste domingo, 19, a mamãe de primeira viagem e doadora assídua, Laudilene Monteiro, fez questão de participar da programação montada pelo Banco de Leite Humano (BLH) do Hospital da Mulher Mãe Luzia (HMML). A programação ocorreu na Praça Floriano Peixoto, no Centro de Macapá, para sensibilizar outras mães sobre a importância do leite na vida de um bebê, especialmente durante os seis primeiros meses, e estimular a doação de leite e de frascos de vidro para armazenar o produto.

Em agosto do ano passado Laudilene deu à luz ao seu primeiro filho, Kaleu, e desde então, tem doado um pouco do leite que produz, para ajudar as crianças internada na UTI Neonatal do HMML. Para ela, esse ato representa uma ação de amor. “Desde que meu filho nasceu, produzi uma quantidade de leite a mais do que o necessário para alimentá-lo, então passei a ir até o banco de leite para doar e foi a melhor coisa que eu fiz. Ser doadora tem um significado muito grande porque sei que estou ajudando a salvar vidas de outros bebês. É um ato simples, gratificante e que não dói nem um pouco”, ressaltou a voluntária.

Na programação na Praça Floriano Peixoto teve música, coffe break e um ensaio fotográfico especial para as doadoras do Banco de Leite Humano e orientações às novas voluntárias. Na ação, o BLH recebeu mais de 100 potes de vidro de parceiros como as deputadas estaduais Marília Góes e Edna Auzier e das vereadoras Maraína Martins e Adrianna Ramos.

“Este evento também é para agradecer a essas mulheres que além do leite, doam o seu tempo em prol do nosso trabalho. É através desse ato solidário coletivo que muitos bebês conseguem sair da UTI e a crescerem fortes e saudáveis. Por isso, sempre buscamos sensibilizar que outras mães também se tornem doadoras”, ressaltou a coordenadora do Banco de Leite, Joelma Oliveira.

Doação

Ainda segundo a coordenadora, o BLH tem adotado meios para facilitar a doação. Quem não puder ir até o Banco de Leite, pode entrar em contato através do número (96) 9 8417-7333, que uma equipe irá fazer a coleta. Antes da coleta, é aconselhável que a doadora faça uma higiene pessoal, cobrindo os cabelos com lenço ou touca, usando pano ou máscara sobre o nariz e a boca, lavando bem as mãos e os braços, até o cotovelo, com bastante água e sabão.

As mamas devem ser lavadas apenas com água e, em seguida, secadas com toalha limpa. O leite deve ser coletado em local limpo e tranquilo. O leite humano extraído para doação pode ficar no freezer ou no congelador da geladeira por até dez dias. Nesse período, deverá ser transportado ao banco.

Quem pode doar

Para se tornar uma doadora, a mulher em fase de amamentação deve produzir um volume de leite acima da necessidade de seu bebê, além de ser saudável e não usar medicamentos que impeçam a doação.

Interessadas devem procurar o Banco de Leite, que funciona 24 horas por dia, no prédio do Hospital da Mulher Mãe Luzia, na Rua Jovino Dinoá, esquina com a Avenida Fab, ou ligar para obter mais informações no número (96) 98417-7333. Dessa forma, a mulher deverá fazer um pré-cadastro segundo as orientações fornecidas pela equipe do Banco de Leite, assim que entrar em contato.

Depois de cadastrada, a mulher passa a receber o kit de doadora, que contém os vasilhames enviados e recolhidos na própria residência.
Quem não tem leite, pode doar recipientes

Todos podem ajudar o Banco de Leite Humano do HMML com a doação de recipientes de vidro com tampa plástica. Pode ser de café solúvel ou maionese, que servirão para armazenar o leite humano doado após esterilização.

NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

SESA - Secretaria da Saúde
Av. FAB n° 069 - Centro. CEP: 68908-908. Macapá-Ap - (96) 2101-8551 - infosaude@saude.ap.gov.br
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2019 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá