segunda, 12 de julho de 2021 - 18:48h
Amapá ultrapassa 100 mil recuperados da covid-19
Já são 100.336 amapaenses que superaram o novo coronavírus. Recuperação representa 84,26% dos 119.028 casos da doença registrados até o momento.
Por: Nathacha Dantas
Foto: Arquivo Pessoal
O jornalista Weverton Façanha é uma das pessoas recuperadas.

Após um ano e três meses do registro do primeiro caso de covid-19, o Amapá chega a 100.336 pessoas recuperadas da doença o que representa 84,26% dos casos confirmados até o momento. As informações estão no  boletim epidemiológico publicado nesta segunda,12.

O alcance acontece em um momento que o estado registra queda de leitos ocupados por pacientes com novo coronavírus na rede pública e redução de 70% nos casos de óbitos de pessoas acima de 69 anos. 

LEIA MAIS: Covid-19: Amapá registra menor taxa de ocupação de leitos em 2021

O índice de recuperação, a queda na ocupação de leitos e a baixa taxa de letalidade acima de 69 anos estão relacionadas às medidas adotadas pelo Estado para conter o vírus, como a criação de centros para tratamento da doença, aquisição de equipamentos e insumos, parceria com as prefeituras dos municípios, entre outras. 

Além disso, a vacinação contra a covid-19 avança no estado: 25,52% da população já recebeu pelo menos uma dose dos imunizantes AstraZeneca, Pfizer, CoronaVac ou Janssen. 

Superação

Um dos casos de superação mais impactantes é do autônomo Amauri Ribeiro, de 41 anos, que chegou a ficar 88 dias internado no Centro Covid HU por conta do vírus.

“Procurei atendimento médico após 20 dias dos sintomas. Achei que fosse malária ou dengue, menos covid. Eu passei por duas intubações em 40 dias”, conta o trabalhador.

No período em que esteve internado, Amauri teve paradas cardiorrespiratórias e dos rins, sendo submetido a uma traqueostomia - procedimento cirúrgico com a abertura da parede anterior da traqueia, com o objetivo de dar ao paciente possibilidade para respirar. Com todo o suporte, ele venceu a doença. 

Amauri está há seis meses em processo de recuperação no Centro de Reabilitação do Amapá (Creap) e responde bem ao acompanhamento que inclui psicologia, fisioterapia e fisioterapia cardiorrespiratória. Para combater a ansiedade causada pela covid, ele mergulha na música e no artesanato.

Recomeço


O jornalista Weverton Façanha também é um sobrevivente da covid-19. Aos 35 anos, casado e pai de um garoto de 9 anos, ele e o filho foram acometidos pelo vírus. A criança com sintomas leves e ele de forma severa chegando a ter 70% do pulmão comprometido. O quadro de Weverton se agravou e ele procurou atendimento médico primário. Dias depois, o jornalista sofreu uma parada cardiorrespiratória.

“Eu estava à beira de ser intubado quando fui transferido para um leito clínico no Hospital de Emergências e depois, para o Centro Covid HU. Chegando lá, a equipe médica conseguiu me estabilizar. Recebi uma alimentação adequada, um atendimento melhor. Eu saí da respiração mecânica em menos de 72h . Com a melhora na saturação e pressão controlada, recebi alta em oito dias””, conta o jornalista.

Weverton acredita que o atendimento que recebeu da equipe - formada por médicos, psicólogos, fisioterapeutas, assistentes sociais, enfermeiros e fonoaudiólogos - foi preponderante para que ele não precisasse de um leito de UTI.

Hoje, em casa com a família, ele se recupera bem, mas sua saúde ainda requer cuidados com o acompanhamento de fisioterapeuta e psicólogo.

 

NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

SESA - Secretaria da Saúde
Av. FAB n° 069 - Centro. CEP: 68908-908. Macapá-Ap - (96) 2101-8551 - infosaude@saude.ap.gov.br
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2021 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá