sexta, 10 de maio de 2019 - 10:26h
Cerpis leva práticas integrativas a servidores da Polícia Federal
28 profissionais ofertaram serviços como auriculoterapia e massoterapia, além de uma palestra sobre as práticas integrativas.
Por: Elmano Pantoja
Foto: Elmano Pantoja

Com sessões de massoterapia, acupuntura e auriculoterapia, profissionais do Centro de Referência em Práticas Integrativas e Complementares da Saúde (Cerpis), proporcionaram à servidores e colaboradores da Polícia Federal, uma manhã fora da rotina do expediente de trabalho. O objetivo da ação foi incentivar a utilização dos métodos de modo a diminuir a presença da medicina alopática, com o uso de medicamentos, no ambiente de trabalho.

Para o agente administrativo, Ronaldo Ribeiro, receber esses cuidados são importantes. "Acho muito bom uma ação como essa, porque, além de quebrar aquela rotina de trabalho e aliviar a tensão e o estresse, nos faz refletir sobre como costumamos recorrer a medicamentos para ter esse bem-estar, o que acaba não sendo tão bom", comentou.

Para desenvolver a ação, o Cerpis levou 28 profissionais até a sede da Polícia Federal, na zona norte de Macapá. Segundo o diretor do Cerpis, Elziwaldo Monteiro, poder mostrar a importância das práticas integrativas à saúde em um ambiente de trabalho quebra paradigmas, devido ao grande uso de remédios.

"Promover as práticas integrativas à saúde é sempre bom e, em um ambiente de trabalho onde tem estresse, tensão, pressão, dor, derruba a ideia de que é preciso recorrer a remédios para se sentir melhor. Optar por métodos saudáveis é mais barato para a saúde, como um todo", ressaltou Monteiro.

NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

SESA - Secretaria da Saúde
Av. FAB n° 069 - Centro. CEP: 68908-908. Macapá-Ap - (96) 2101-8551 - infosaude@saude.ap.gov.br
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2019 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá