sexta, 06 de julho de 2018 - 09:30h
Hospital da Mulher vai conscientizar usuários sobre entrada de alimentos na unidade
Campanha tem o objetivo de sensibilizar e alertar os pacientes e acompanhantes a não despejar resto de alimentos no hospital.
Por: Jamylle Nogueira
Foto: Arquivo/Sesa
Campanha de conscientização será feita em todos os setores do hospital, que receberá um novo trabalho de dedetização

Nos próximos dias, a equipe de humanização e o Núcleo de Educação Permanente do Hospital da Mulher Mãe Luzia (HMML) farão uma campanha de conscientização sobre a importância de manter todos os ambientes limpos, pois a proliferação das pragas ocorre devido ao resto de alimentos que muitos pacientes e acompanhantes deixam espalhados na unidade.

De acordo com a diretora do HMML, Nayra Barbosa, para que hospital seja mantido em ordem e haja o controle das pragas, é importante que os usuários colaborem de forma proativa.

"Todo ano fazemos uma dedetização no hospital, porém, agora, resolvemos contar com o apoio dos nossos usuários, e assim vamos promover uma campanha para que eles possam nos ajudar nesse processo de controle de pragas, mantendo a higiene dos locais que utilizam. Iremos fazer a divulgação desta campanha em todos os setores do hospital, bem como em redes sociais, para que as pessoas tenham consciência de descartar os restos de alimentos nos locais adequados", alerta a diretora.

Dedetização

Entre os dias 5 e 13 de julho, o Hospital da Mulher Mãe Luzia passará por um processo de dedetização e controle de pragas. Para que o fluxo de atendimento continue normal, a administração da unidade organizou um cronograma em que a cada dia um setor diferente receberá a intervenção química e ficará fechado por 12 horas. Sendo assim os serviços serão remanejados para outro local da maternidade, e também contará com a retaguarda do Hospital São Camilo e Hospital Estadual de Santana (HES).

Alguns setores como o banco de leite, agência transfusional, UTI neonatal, farmácia e enfermaria canguru, por se tratarem de áreas mais complexas, em que o serviço deve ser mantido de maneira ininterrupta, o produto químico utilizado será em gel, o que não prejudicará a continuidade da assistência aos pacientes.

NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

SESA - Secretaria da Saúde
Av. FAB n° 069 - Centro. CEP: 68908-908. Macapá-Ap - (96) 2101-8551 - infosaude@saude.ap.gov.br
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2018 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá