quinta, 03 de setembro de 2020 - 18:20h
Recepção do Pronto Socorro do Hospital Estadual de Laranjal do Jari passa por reestruturação
Medida vai melhorar o fluxo e dar mais agilidade no atendimento aos pacientes que precisam do serviço de urgência e emergência.
Por: Janine Cruz
Foto: Arquivo HELJ/Sesa

A recepção do Pronto Socorro (PS) do Hospital Estadual de Laranjal do Jari (HELJ)  foi reestruturado para melhorar o fluxo e dar mais agilidade no atendimento à pacientes que precisam do serviço de urgência e emergência. O local passou por uma adaptação no espaço físico e a equipe de profissionais recebeu atualização sobre o protocolo de acolhimento com avaliação e classificação de risco.

Com a alteração do espaço físico, a sala da triagem do acolhimento com avaliação e classificação de risco passou a ser localizada logo na entrada do PS, tornando ainda mais rápido o atendimento para paciente em estado mais grave. O local também foi revitalizado e recebeu serviços de pintura, instalação de porta de vidro e identificação visual orientando sobre o sistema de triagem que classifica por cores o risco dos pacientes.

Entenda o Fluxo do acolhimento com avaliação e classificação de risco:

O paciente que chega ao PS do HELJ abre uma ficha de atendimento e é encaminhado para triagem. O enfermeiro avalia e com base nos sintomas identifica o paciente por cor, que vai de vermelho, para casos de emergência com atendimento imediato, ao azul para atendimento não urgente, podendo o paciente ser atendido em uma Unidade Básica de Saúde (UBS). Casos mais graves têm prioridade e são atendidos primeiro, independente da ordem de chegada.

Entenda a classificação por cores:

Vermelha - Emergência: Risco de perda de vida. Atendimento imediato;

Laranja - Urgência: Condição que pode agravar sem atendimento. Espera de até 60 minutos;

Verde - Pouco urgente: Baixo risco de agravo imediato à saúde. Espera de até 120 minutos;

Azul - Não urgente: Paciente pode procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS) ou aguardar pelo atendimento. Espera de até 240 minutos.

"Implantamos esse trabalho em setembro de 2017, desde então tem gerado bons resultados no atendimento prioritário e mais célere para a nossa população. Com a reestruturação também buscamos fortalecer o dialogo com a população do que de fato é atendimento de urgência e emergência e o que é atenção primária. Para que o usuário entenda o fluxo e procure atendimento no local certo para a sua queixa", declarou a diretora do HELJ, Irlany Queiroga.

NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

SESA - Secretaria da Saúde
Av. FAB n° 069 - Centro. CEP: 68908-908. Macapá-Ap - (96) 2101-8551 - infosaude@saude.ap.gov.br
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2020 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá