segunda, 02 de julho de 2018 - 08:43h
Amapá e Guiana Francesa anunciam calendário de ações de vigilância em saúde na fronteira
Plano de ação será executado a partir de agosto de 2018; outra cooperação deve ser instituída para a criação da agência epidemiológica na fronteira.
Por: Jamylle Nogueira
Foto: Andre Rodrigues/Sesa
Superintendente da SVS, Dorinaldo Malafaia, com a representante da Coletividade Territorial da Guiana Francesa, Sandrine Chentilly

A agenda binacional da programação da Semana de Saúde na Fronteira ocorrida de 25 a 29 de junho nas cidades de Oiapoque (Amapá) e Saint Georges (Guiana Francesa) contou com a apresentação, pelas duas cidades, de seus métodos de protocolos, atendimentos, sistemas e tratamentos das doenças vetoriais de acordo com a legislação de cada país. Logo após, foram estabelecidas as principais diferenças nas organizações de trabalho e, assim, se elaboraram planos de cooperação contra as principais doenças vetoriais.

Teve, ainda, ações de campo, demonstração do trabalho de mapeamento e controle das doenças. De acordo com o superintendente de Vigilância em Saúde do Amapá (SVS), Dorinaldo Malafaia, essa troca de experiências gerou a construção de instrumentos de cooperação entre as fronteiras através de um calendário de ações conjuntas em combate à malária.

“Esse calendário será executado a partir de agosto. Com as atividades estabelecidas no plano de ação, teremos uma sincronia nos dois lados da fronteira em relação ao combate ao mosquito e à malária, uma vez que, nesse período há uma incidência muito alta na região”, explica Malafaia.

A representante da Coletividade Territorial da Guiana Francesa, Sandrine Chentilly, destaca a importância do protocolo de cooperação. “Esse evento permitiu conhecer nossas semelhanças e diferenças e, assim, podemos trabalhar juntos no combate a doenças vetoriais e em favor da saúde da população”, ressalta.

Na quinta-feira, 28, houve uma Oficina de Vigilância em Saúde, na cidade de Saint Georges com profissionais da Agencia Regional de Saúde e da SVS. Na oficina, foram pontuadas a estrutura de cada organização, troca de informações epidemiológicas e apresentação do projeto Observatório Sentinela, que faz parte da Agência Epidemiológica na Fronteira, que visa monitorar as doenças vetoriais. A partir desse encontro, outro plano de cooperação será instituído em setembro de 2018 com a proposta de construir uma agência epidemiológica na fronteira e implementar o projeto Sentinela na Guiana Francesa.

“Nessa edição da Semana de Saúde na Fronteira, tivemos um grande diferencial: passamos de um protocolo de intenções, para protocolo de práticas, tendo em vista que já estamos com os documentos que serão efetivados até o final deste ano”, destacou Dorinaldo Malafaia

NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

SESA - Secretaria da Saúde
Av. FAB n° 069 - Centro. CEP: 68908-908. Macapá-Ap - (96) 2101-8551 - infosaude@saude.ap.gov.br
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2018 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá